Geral

Tsunami deixa 160 desaparecidos na Indonésia

Da Redação ·
 Famílias indonésias abandonam suas casas após um forte terremoto que provocou alerta de tsunami nesta segunda-feira (25)
fonte: Arif Pribadi/25.10.2010/Efe
Famílias indonésias abandonam suas casas após um forte terremoto que provocou alerta de tsunami nesta segunda-feira (25)

Ao menos 160 pessoas, a maioria mulheres e crianças, estão desaparecidas após um tsunami atingir o vilarejo de Betu Monga, na Indonésia, informou nesta terça-feira (26) a agência de notícias Reuters.

continua após publicidade

A região foi atingida na tarde desta segunda-feira (25) - fim da noite no horário local - por um terremoto de 7,5 graus na escala Richter que causou um "tsunami local", de acordo com autoridades. A rede de notícias CNN também informou a ocorrência da onda gigante.

continua após publicidade

Hardimansyah, oficial que trabalha para o Departamento de Pesca da Indonésia, disse à Reuters que até 200 pessoas moravam no vilarejo atingido pela enorme onda.

continua após publicidade

- Das 200 pessoas que moravam lá, apenas 40 foram encontradas. A maioria dos desaparecidos é de mulheres e crianças. Algumas pessoas relatam que não conseguiram segurar seus filhos, que eles foram arrastados para longe. Muita gente está chorando.

Os relatos sobre possíveis vítimas fatais ainda são contraditórios. Hardimansyah afirmou que ao menos uma morte foi confirmada no vilarejo vizinho de Malakopa, onde duas pessoas estariam desaparecidas. De acordo com o oficial, 80% das casas da região foram danificadas e os estoques de comida estão baixos.

continua após publicidade

Já o chefe da equipe de resposta a desastres do Ministério da Saúde, Mudjiarto, disse que dois corpos haviam sido encontrados e que várias pessoas estavam desaparecidas. Segundo o oficial, na ilha de Pagai do Sul, as ondas avançaram até 600 m sobre a terra, atingindo os telhados das casas.

continua após publicidade

Um barco carregando entre oito e dez turistas australianos estaria desaparecido desde o terremoto, de acordo com comunicado emitido pelo Ministério das Relações Exteriores da Austrália.

Por e-mail, o Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico informou que uma onda gigante "significativa" se formou após o tremor de 7,5 graus.

Em dezembro de 2004, um tsunami causado por um terremoto de mais de nove graus na escala Richter nos arredores da ilha de Sumatra matou mais de 225 mil pessoas.