Geral

Enchentes causam 41 mortes e afetam 1,4 milhão no país

Da Redação ·
 Homem caminha entre ruas inundadas perto de um tempo budista em Ayutthaya, na Tailândia
fonte: Pornchai Kittiwongsakul/25.10.2010/AFP
Homem caminha entre ruas inundadas perto de um tempo budista em Ayutthaya, na Tailândia

O número de mortes em decorrência das inundações que afetam Províncias do nordeste da Tailândia chegou a 41, indicou, nesta segunda-feira (25), o Instituto de Emergências Médicas do país.

continua após publicidade

As fortes chuvas de monção que caem desde o último dia 10 inundaram extensas áreas de 30 das 77 Províncias tailandesas, causando danos materiais de aproximadamente R$ 515 milhões (US$ 300 milhões).

continua após publicidade

As inundações afetam mais de 1,4 milhão de pessoas e ao menos 400 mil hectares, uma grande parte destinada ao cultivo do arroz.

continua após publicidade

As três Províncias mais afetadas são Lopburi (centro do país), Nakhon Ratchasima e Buriram (ambas ao nordeste da capital Bancoc).
As equipes de emergência afirmaram que as enchentes aconteceram, em parte, devido ao desmatamento no meio rural e à construção desmedida nas zonas urbanas.

O Departamento de Irrigação alertou que as inundações também afetarão Bancoc por conta do abundante volume de água que desce do rio Chao Phraya, que cruza a capital e desemboca no golfo de Siyam.

continua após publicidade

As autoridades de Bancoc adotaram medidas para evitar que inundações iguais às de1986 e 1995, que deixaram a metrópole em colapso durante vários dias.

continua após publicidade

Entre as medidas estão a colocação de cerca de 220 mil sacos de terra nos pontos frágeis das margens do rio Chao Phraya e a distribuição de mais de mil bombas de sucção nas regiões com maior risco de inundação.

Centenas de pessoas morrem todos os anos no sudeste Asiático nas enchentes, inundações e deslizamentos de terra que acontecem durante a época das monções, também conhecida como a estação chuvosa, entre maio e outubro.

"Copyright Efe - Todos os direitos de reprodução e representação são reservados para a Agência Efe."