Geral

EUA vão aceitar homossexuais nas Forças Armadas

Da Redação ·

Os EUA ordenaram hoje, 19, que seu serviço de recrutamento aceite inscrições de gays e lésbicas, seguindo decisão judicial que derruba o impedimento de homossexuais assumidos nas Forças Armadas dos EUA. A juíza distrital Virginia Phillipis, da Califórnia, ordenou às Forças Armadas, na semana passada, que parem de seguir a política do "Don't ask, don't tell" (Não pergunte, não diga). Na segunda-feira, a juíza recusou temporariamente um pedido do Pentágono para reinstalar a proibição, que vigorava havia 17 anos. Em sua decisão, a juíza ordenou ao governo americano que "suspenda imediatamente qualquer investigação, demissão, afastamento ou outro procedimento que possa ter começado sob a lei 'Don't Ask, Don't Tell' ". O Departamento de Justiça deve recorrer da decisão da juíza. Assim que o Pentágono anunciou a suspensão do bloqueio, o militar Daniel Choi que havia sido expulso do Exército dos EUA após reconhecer sua homossexualidade voltou a se alistar hoje na Marinha americana, em Nova York.

continua após publicidade