Geral

Morre paciente transferido após incêndio em hospital

Da Redação ·

Morreu na tarde de ontem um dos pacientes transferidos do Hospital Estadual Pedro II, no Rio de Janeiro, após um princípio de incêndio no local, causado por um curto circuito. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, ele foi transferido para o Hospital Rocha Faria, onde morreu três horas após ser internado.

continua após publicidade

O estado do paciente já era crítico. Além da idade avançada, era diabético, hipertenso, apresentava sequelas de acidente vascular cerebral e insuficiência renal. Apesar disso, a morte será analisada pela comissão de óbito do Hospital Rocha Faria, segundo a secretaria.

continua após publicidade

Os demais pacientes transferidos estão acomodados e evoluindo dentro do próprio quadro de saúde, de acordo com a pasta.

continua após publicidade

O Hospital Pedro II foi atingido por um incêndio que começou no transformador da rede de energia elétrica. O fogo foi controlado em menos de 30 minutos, mas a fumaça assustou pacientes. Ninguém ficou ferido, mas houve grande confusão na hora de retirar os pacientes às pressas da unidade.

O hospital ficou sem luz e 72 pacientes que estavam internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), na UTI neonatal e no Centro de Tratamento de Queimados foram transferidos para os hospitais Albert Schweitzer, em Realengo, e para o Rocha Faria, em Campo Grande.