Geral

Furacão Paula segue para a Península de Yucatán

Da Redação ·

A tempestade Paula se tornou hoje um furacão. A previsão é que o fenômeno ganhe mais força, conforme se aproxima da Península de Yucatán, no México. O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês), sediado em Miami, informou que o olho do furacão está 370 quilômetros a sudeste de Cozumel, no México, com ventos máximos sustentados de 120 quilômetros por hora. Paula é o nono furacão desta temporada.

continua após publicidade

Após causar fortes ventos e chuvas em Honduras, o furacão se move para noroeste, rumo à Península de Yucatán, a 16 quilômetros por hora, segundo o NHC. Há um alerta de furacão para a área de Punta Gruesa até Cabo Catoche, perto do balneário turístico de Cancún. Um alerta de tempestade foi emitido para Honduras até Limón, na fronteira com a Nicarágua.

continua após publicidade

Com a chegada de Paula, há mais expectativas de chuvas em áreas já saturadas pelas águas na América Central e no México, após semanas de fortes chuvas. O fenômeno deve levar entre 7,5 e 15 centímetros de chuvas para partes da Nicarágua, de Honduras e da Península de Yucatán.

Enchentes e deslizamentos já mataram mais de 300 pessoas na América Central, deixaram dezenas de milhares de desabrigados e provocaram prejuízos de bilhões de dólares nos últimos meses. O México também tem sido fortemente atingido por várias tempestades, em uma temporada ativa de furacões este ano. As informações são da Dow Jones.