Geral

Japão também alerta seus cidadãos sobre possíveis atentados

Da Redação ·
 Soldados patrulham a Gare du Nord, uma das estações mais movimentadas de Paris nesta segunda-feira (4)
fonte: Thomas Coex/04.10.2010/AFP
Soldados patrulham a Gare du Nord, uma das estações mais movimentadas de Paris nesta segunda-feira (4)

O governo do Japão emitiu nesta segunda-feira (4) um alerta de viagem na qual recomenda a seus cidadãos que extremem as precauções em lugares públicos da Europa perante o risco de atentados terroristas da rede Al Qaeda.

continua após publicidade

O aviso do Ministério das Relações Exteriores do Japão se produz no dia seguinte que os governos dos EUA e do Reino Unido divulgaram um alerta similar.

continua após publicidade

Em comunicado, o governo do Japão advertiu hoje aos seus cidadãos que viajem ou vivam na Europa sobre a possibilidade de atentados da Al Qaeda e outros grupos, após ter recebido um aviso nesse sentido do governo de Washington.

continua após publicidade

O Ministério de Relações Exteriores pediu aos japoneses que tenham previsto viajar à Europa que disponham de informação atualizada e ajam com precaução em zonas que poderiam ser alvo terrorista, como instalações governamentais, delegacias, transporte público, áreas turísticas e lugares de reunião de massas.

França e Alemanha mantêm nível de alerta, e desemprego preocupa mais que terror

continua após publicidade

Apesar de reforçar a segurança de locais turísticos como a torre Eiffel e a catedral de Notre Dame, em Paris, e, em Berlim, o hotel Adlon, próximo à porta de Brandeburgo, a torre da praça Alexanderplatz, França e Alemanha não alteraram seu grau de alerta, que continua no alto, informou o jornal parisiense Le Monde.

continua após publicidade

A rede Fox News ainda veiculou a informação de que a segurança da família real britânica também foi elevada.

continua após publicidade

A Alemanha divulgou que há a ameaça de um ataque, mas que nada indica que sua execução seria iminente.

Na França, uma pesquisa do France Info – 20 Minutes aponta que 79% da população considera que o terrorismo seja uma ameaça séria e que mais de 60% dos entrevistados consideram que governo o combata de maneira adequada.

No entanto, 42, 5% dos entrevistados disseram que o governo exagera ao lidar com o tema. E o desemprego é o maior medo dos franceses, seguido pelas ameaças ao ambiente e a imigração. O terrorismo aparece apenas em quinto lugar.