Geral

Rússia tem 23 mortos por xenofobia em 2010

Da Redação ·
 Manifestantes fazem a saudação nazista durante marcha em Moscou; Rússia tem 23 mortos por xenofobia em 2010
fonte: Sergey Ponomarev/04.11.2005/AP
Manifestantes fazem a saudação nazista durante marcha em Moscou; Rússia tem 23 mortos por xenofobia em 2010

Um levantamento do centro para os direitos humanos Sova mostrou que 23 pessoas morreram e 242 ficaram feridas na Rússia em ataques xenófobos no ano de 2010.

continua após publicidade

Moscou e sua região metropolitana, com 11 mortes e 94 pessoas feridas por esse tipo de agressão, são as áreas com mais violência nacionalista e xenófoba, seguidas de São Petersburgo, com um morto e 35 feridos, e Nizhni Novgorod, com dois mortos e 14 feridos.

continua após publicidade

Durante o mês setembro foram registrados, segundo dados da Sova, agressões de caráter racista em 39 cidades russas, com saldo de uma morte e pelo menos 14 feridos.

continua após publicidade

Segundo os defensores dos direitos humanos, a Rússia tem dezenas de milhares de ativistas de organizações radicais que atacam imigrantes da Ásia Central e do Cáucaso, bem como representantes de outros movimentos juvenis e homossexuais.

Durante 2008 e 2009, as forças policiais russas, que até então preferiam ignorar a violência xenófoba, desmantelaram os maiores agrupamentos de extrema direita na região de Moscou.

continua após publicidade

Como resultado, 2009 foi o primeiro ano no qual houve redução do número de ataques xenófobos na Rússia.

"Copyright Efe - Todos os direitos de reprodução e representação são reservados para a Agência Efe."