Geral

Israel intercepta veleiro de pacifistas judeus

Da Redação ·
 O barco de ativistas Irene parte da costa de Famagusta, em Chipre, neste domingo
fonte: AP
O barco de ativistas Irene parte da costa de Famagusta, em Chipre, neste domingo

A Marinha de Israel interceptou nesta terça-feira (28) em alto-mar o veleiro Irene, de pacifistas judeus que tentava romper simbolicamente o bloqueio marítimo da Faixa de Gaza.
 

continua após publicidade

"Dez navios de guerra israelenses obrigaram o veleiro a desviar para Ashdod" (porto israelense), declarou à France Presse um dos organizadores, Amjad al-Shawa, que estava em terra em Gaza.
 

"Eles se renderam porque estavam cercados e não tinham outra opção", acrescentou.
 

continua após publicidade

"A Marinha assumiu o controle do veleiro para levá-lo ao porto de Ashdod", anunciou o Exército israelense em um comunicado.
 

O texto dos militares afirma ainda que a ação não resultou em nenhum ato de violência de nenhum lado.
 

O pequeno veleiro Irene, de bandeira britânica, com militantes pacifistas jornalistas procedentes de Reino Unido, Estados Unidos, Alemanha e Israel a bordo, havia zarpado no domingo de Famagusta, ao norte do Chipre.
 

Uma porta-voz dos ativistas disse que um dos passageiros tem 82 anos e problemas do coração.