Congresso aprova novo mandato de Xi Jinping - TNOnline
Mais lidas

    Geral

    Geral

    Congresso aprova novo mandato de Xi Jinping

    Escrito por FolhaPress
    Publicado em 17.03.2018, 13:55:00 Editado em 17.03.2018, 13:55:09
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Congresso chinês reelegeu neste sábado (17) Xi Jinping como presidente do país pelos próximos cinco anos. Wang Qishan, aliado do líder que comanda a campanha anticorrupção, foi apontado como vice.

    As indicações da nova cúpula da ditadura chinesa acontecem quase uma semana após o órgão aprovar a mudança constitucional que põe fim ao limite de dois mandatos presidenciais, o que abriu a possibilidade de Xi se manter no cargo para além de 2022.

    Aprovados pelos 2.970 membros da Casa, -Xi por unanimidade, Wang com um voto contra- os dois fizeram o juramento que dá início ao novo mandato.

    A posição de presidente tem caráter principalmente simbólico e quem comanda de fato o país é o secretário-geral do Partido Comunista. Desde o início dos anos 1990, porém, a tradição é que a mesma pessoa ocupe os dois cargos, caso de Xi --ele foi reeleito para comandar a sigla em outubro.

    O Congresso serviu para confirmar a posição de Xi como o mais importante líder do país desde Deng Xiaoping (1904-1997). A imprensa estatal chinesa tem afirmado que o fim do limite de reeleição não significa que Xi se manterá para sempre no poder; ele não disse quanto tempo pretende se manter no cargo.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Geral

    Deixe seu comentário sobre: "Congresso aprova novo mandato de Xi Jinping"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.