Irmã de Marielle Franco diz que vereadora nunca relatou ameaças - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Geral

Irmã de Marielle Franco diz que vereadora nunca relatou ameaças

Escrito por FolhaPress
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

FELIPE BÄCHTOLD E CATIA SEABRA

RIO DE JANEIRO, RJ, E SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) - Irmã da vereadora do Rio Marielle Franco, morta nesta quarta (14), a professora Anielle Silva, 33, diz que a família a deixava "solta e tranquila" e que ela nunca relatou ameaças ou medo por causa de sua atuação política.

"Nem para a equipe dela. A gente perguntou [após o crime] e não tinha também nada", disse.

Anielle falou brevemente com investigadores pela manhã sobre o assunto.

A jornalistas, após o sepultamento, a professora disse que a repercussão da morte mostra a força da atuação da irmã. Falou que foi convidada a discursar no ato durante o velório, na Câmara do Rio durante a tarde, mas não teve condições de participar. 

"As pessoas acreditaram no que ela representava. Eu não esperava uma repercussão tão grande", disse. 

Anielle contou também que esteve com ela no domingo e vinha conversando nos últimos dias. A irmã da vereadora planejava ir na noite de quarta com a filha de Marielle, de 19 anos, ao evento do qual a vereadora participou, na Lapa. 

Mas acabou não comparecendo porque as duas tiveram uma conjuntivite. A filha de Marielle, Luyara, provavelmente não estaria no carro que foi alvo do ataque, diz, porque pegaria carona com ela.

Segundo a irmã, a vereadora iria para a academia após o evento.

A mãe e a filha de 19 anos da vereadora não participaram do sepultamento, que ocorreu no fim da tarde desta quinta-feira no cemitério do Caju, na zona norte do Rio. Marielle morava com a filha e com a companheira Mônica havia pouco mais de um ano.

LULA

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva telefonou na tarde desta quinta-feira para a família da vereadora Marielle Franco.

No telefonema feito à irmã de Marielle, Lula também conversou com a mãe da vereadora, pelo viva-voz.

O ex-presidente prometeu visitá-las em sua próxima viagem ao Rio. Após o telefonema, Lula afirmou que o assassinato da vereadora não foi coisa de amador.

Antes do telefonema, Lula disse que seu problema na Justiça era menor em comparação à atrocidade cometida contra a menina de 38 anos.

"A gente não tem como devolvê-la aos seus. Mas a gente tem que fazer desse acontecimento quase que uma profissão de fé para não permitir que outras atrocidades como essa aconteçam."

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: " Irmã de Marielle Franco diz que vereadora nunca relatou ameaças"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.