Morte de vereadora causa indignação em políticos e artistas - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Geral

Morte de vereadora causa indignação em políticos e artistas

Escrito por FolhaPress
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

MARCELO TOLEDO

RIBEIRÃO PRETO, SP (FOLHAPRESS) - Um clima de indignação com o assassinato da vereadora do Rio Marielle Franco (PSOL) tomou conta de comentários de políticos, empresários e artistas nas redes sociais e em eventos nesta quinta-feira (15).

A ex-presidente Dilma Rousseff disse em sua postagem numa rede lamentar e repudiar o assassinato de Marielle e do motorista Anderson Pedro Gomes. “Tristes dias para o país onde uma defensora dos direitos humanos é brutalmente assassinada. Ela lutava por tempos melhores, como todos nós que acreditamos no Brasil. Devemos persistir e resistir nesse caminho”, escreveu.

Guilherme Boulos, pré-candidato à Presidência pelo PSOL, disse que “o momento é de muita dor para quem luta”. “Não há dúvidas de que foi uma execução, um crime político. Marielle fazia da denúncia a execuções como essa o centro da sua valorosa militância. Precisamos seguir seu exemplo e lutar por justiça até as últimas consequências. Os tiros que mataram Marielle e Anderson não podem ser esquecidos.”

Durante participação no Fórum Econômico, Candido Bracher, CEO do Itaú Unibanco, também lamentou a morte de Marielle num debate na manhã desta quinta. “Tristeza pelo fato e desejo que seja esclarecido com máxima rapidez”, disse ele, que foi aplaudido em seguida.

Já o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) disse que será exigida uma investigação rigorosa do crime. “Estou chocado, triste, chorando, furioso, indignado, em um estado emocional que não permite falar muito. Marielle era minha amiga, antes de ser companheira, vereadora ou qualquer outra coisa. Era uma pessoa extraordinária, carinhosa, inteligente, corajosa, boa.”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se solidarizou a familiares e amigos da vereadora, apontada por ele como “corajosa liderança política”. “O Rio de Janeiro e a democracia brasileira foram atingidos por esse crime político bárbaro.”

ARTISTAS

O cantor e compositor Caetano Veloso usou a hashtag #JustiçaParaMarielle e postou a letra da música “Estou Triste”. “Estou triste, tão triste/Estou muito triste”, diz trecho da canção.

A também cantora Elza Soares foi outra personalidade a lamentar o crime. “Das poucas vezes que me falta a voz. Chocada. Horrorizada... Toda morte me mata um pouco. Dessa forma me mata mais. Mulher, negra, ativista, defensora dos direitos humanos. Marielle Franco, sua voz ecoará em nós. Gritemos!”

Conhecida por se posicionar contra o racismo e o machismo em suas músicas, a cantora Karol Conka também se manifestou. "A vereadora Marielle Franco foi executada no Rio enquanto milhares de brasileiros sonham com a igualdade, segurança e empatia", escreveu.

A atriz Mônica Iozzi cobrou investigação séria do assassinato e disse estar arrasada. “Ela acaba de ser assassinada. A doce e forte Marielle Franco. Estava vereadora no Rio de Janeiro. Eu a conhecia. Ela lutava pela paz, por oportunidades iguais para todos. Denunciava a corrupção na Câmara, na polícia... É assim que terminam as pessoas que lutam por justiça neste país?”, questionou.

O rapper Emicida foi outro a se manifestar: "Nossas esperanças se despedaçam a cada dia que passa, muito triste”.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Morte de vereadora causa indignação em políticos e artistas"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Todos os candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.