Por falta de cédulas, colombianos votam com fotocópias - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Geral

Por falta de cédulas, colombianos votam com fotocópias

Escrito por FolhaPress
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os colombianos votaram neste domingo (11) para escolher os membros do novo Congresso em meio à à confusão provocada pela falta de cédulas para as primárias partidárias que definirão os candidatos da eleição presidencial de 27 de maio.

Até a conclusão desta edição a apuração estava em 1%, e não houve boca de urna. Antes da eleição, levantamentos apontavam que o Centro Democrático (direita), do ex-presidente Álvaro Uribe, teria a maior bancada.

O partido é contra o acordo de paz com a Farc (a antiga guerrilha Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, atual partido Força Alternativa Revolucionária do Comum), que disputaram uma eleição pela primeira vez.

Embora dificilmente possa reformar a maior parte do pacto, a vitória da direita gera incerteza na implementação da Justiça especial para crimes de ex-guerrilheiros.

A Direção Nacional de Registro Civil, responsável pelos dois pleitos, informou que não houve cédulas suficientes em 20 das 11 mil seções eleitorais, incluindo postos da capital, Bogotá, Medellín, Cali e Barranquilla.

O diretor da autarquia, Juan Carlos Galindo, disse que, devido à falta de recursos, só foi possível imprimir 15 milhões de cédulas para cada uma das chapas --o país tem 36 milhões de eleitores.

Houve primárias em duas frentes: na de direita os eleitores puderam escolher como presidenciável o senador Iván Duque, aliado de Álvaro Uribe, a ex-ministra Marta Lucía Ramírez e o ex-procurador Alejandro Ordóñez.

Nas pesquisas antes da eleição, Duque aparecia em primeiro. Já do lado da esquerda a escolha foi entre o ex-prefeito de Bogotá Gustavo Petro, líder nas intenções de votos, e Carlos Caicedo, ex-prefeito de Santa Marta.

Com a persistência do desabastecimento, foi autorizado o uso de fotocópias.

As duas frentes se acusaram de reter as cédulas e de comprar votos, mas também disseram que o presidente Juan Manuel Santos, cujos aliados não participam das primárias, deseja debilitar as duas consultas. Houve protestos em diversas cidades, sem registro de violência grave.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Por falta de cédulas, colombianos votam com fotocópias"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.