Geral

Corpo de ex-presidente da OAB-MS é encontrado carbonizado em carro - polícia prende sobrinho suspeito 

Da Redação ·
Perto do corpo estava a caminhonete do advogado, que ficou totalmente destruída por causa das chamas - Foto: Luiz Guido Jr - O Pantaneiro
Perto do corpo estava a caminhonete do advogado, que ficou totalmente destruída por causa das chamas - Foto: Luiz Guido Jr - O Pantaneiro

O corpo de Severino Alves de Moura, ex-presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Aquidauana, no Mato Groso do Sul, foi encontrado carbonizado na madrugada desta quinta-feira (14), às margens da BR-419, próximo ao trevo de Anastácio. Perto do corpo estava a caminhonete do advogado, que ficou totalmente destruída por causa das chamas.

continua após publicidade

Conforme informações do site O Pantaneiro, quando equipe do Corpo de Bombeiros chegou ao local, o fogo, que teria começado por volta da 22h30 de ontem, ainda consumia o veículo.

Familiares informaram que Severino retornava ou se dirigia à sua fazenda onde costumava dormir, já que costumeiramente cabeças de gado eram furtadas.

continua após publicidade

O corpo foi encaminhado ao Imol (Instituto Médico Odontológico), onde foi reconhecido pela família. Por ora, o caso é tratado como acidente, no entanto não há marcas de batidas na caminhonete. Severino atuava na área trabalhista.

Sobrinho suspeito foi preso
Um suspeito na morte do advogado trabalhista e ex-presidente da OAB Severino Moura, foi preso por volta das 12h30 desta quinta-feira (14) em uma loja na Rua Estevão Alves Correia, no Bairro Alto, em Aquidauana, a 143 km de Campo Grande. Ele seria sobrinho de Severino.

O suspeito estava na loja da mãe e teria corrido para o interior do comércio ao avistar agentes da Polícia Civil. Na carroceria de uma Toyota Hilux, de cor branca, os policiais encontraram um galão de gasolina. O homem foi levado até a delegacia de Polícia Civil e ouvido na companhia de um advogado, pelo delegado Antônio Souza Ribas Júnior, de Anastácio. Ele encontra-se detido.

As informações são do portal O Pantaneiro, do MS