Geral

Condenado a 236 anos casal suspeito de chacina na PB

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Condenado a 236 anos casal suspeito de chacina na PB
fonte: Arquivo
Condenado a 236 anos casal suspeito de chacina na PB

O casal acusado de matar no ano passado cinco pessoas em João Pessoa, na Paraíba, foi considerado culpado hoje pelo júri popular do Fórum Criminal da cidade. As penas somadas passam dos 236 anos de reclusão. Segundo informações do Tribunal de Justiça (TJ), a sentença foi anunciada por volta das 4h30 desta madrugada, após mais de 20 horas de julgamento. Edileuza de Oliveira dos Santos foi condenada a 120 anos e 10 meses de prisão e seu marido, Carlos José Soares de Lima, a 116 anos.

continua após publicidade

O crime, conhecido como "chacina do Rangel", ocorreu no bairro do Rangel, na capital paraibana, na madrugada de 9 de julho de 2009. Carlos e a esposa Edileuza foram presos acusados pelas mortes dos vizinhos Moisés Soares Filho, de 33 anos, Divanise Lima dos Santos (grávida de gêmeos) e de três crianças, todos mortos a golpes de facão.