Geral

Mulher é condenada a 15 anos de prisão por matar filho autista

Da Redação ·
Daniela assumiu o crime e disse estar arrependida - Foto: Reprodução/RecordTV Minas
Daniela assumiu o crime e disse estar arrependida - Foto: Reprodução/RecordTV Minas

Uma mulher acusada pelo Ministério Público (MP) de matar o próprio filho autista, de seis anos, em Janaúba, na região metropolitana de Belo Horizonte, foi condenada, na sexta-feira (10), a 15 anos de prisão, em regime fechado. Daniela Cristina dos Santos afirmou que tomou a decisão de tirar a vida do menino porque acreditava que seria o melhor jeito de acabar com o sofrimento dele.

continua após publicidade

O crime aconteceu em dezembro de 2015. De acordo com testemunhas, o irmão da vítima, então com dois anos, presenciou o assassinato. Pouco depois, o pai do menino o encontrou, no quarto, já sem vida. No dia seguinte, Daniela se apresentou na delegacia e confessou ter sido a responsável pela morte da criança, além de dizer que está arrependida. 

Na ocasião, Daniela passou por uma série de exames psicológicos e o resultado do laudo revela que ela não sofre de problemas mentais. Roselane Gonçalves de Aquino, tia da vítima, detalha que o pai do garoto entrou em depressão após a morte do filho.

continua após publicidade

Familiares acrescentaram que o irmão da vítima que presenciou o crime faz acompanhamento psicológico para superar o trauma.