Geral

Ação conjunta apreende mais de 870 quilos de maconha na região Sul do país

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Ação conjunta apreende mais de 870 quilos de maconha na região Sul do país
Ação conjunta apreende mais de 870 quilos de maconha na região Sul do país

Dois homens, de 34 e 37 anos, suspeitos de transportar mais de 870 quilos de maconha – avaliadas em aproximadamente R$875 mil – em uma carreta, foram presos em flagrante na madrugada de sábado (21), em um posto de combustíveis na cidade de Naviraí, no Estado do Mato Grosso do Sul (MS). A ação foi realizada pela Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) em conjunto com a Polícia Civil do Mato Grosso do Sul (MS).

continua após publicidade

Os policiais chegaram até a dupla após receber informações, dando conta que um caminhão com placas do Rio Grande do Sul (RS) estaria deslocando-se para o Mato Grosso do Sul (MS) com o intuito de buscar drogas, que seriam levadas para o Estado de São Paulo (SP), bem como trazidas até o Paraná (PR).

Em posse das informações, a equipe da Denarc acompanhou o deslocamento do caminhão, que passava pela cidade de Cascavel (PR) até o estado vizinho, onde conseguiram abordar os homens e localizar a droga dentro da carreta do veículo, com placas de Erechim (RS). Cerca de 875 quilos de maconha foram encontrados em meio a uma carga de cadeiras. 

continua após publicidade

Segundo a delegada-adjunta do Núcleo de Cascavel da Denarc, Ana Cristina Ferreira Silva, a ação teve um excelente resultado. “A prisão da dupla e a retirada de circulação de uma quantidade considerável de droga, demonstram a importância da integração entre as forças de segurança do país, no combate ao narcotráfico”, ressalta. 

Para o delegado-titular, da Denarc Londrina, Lanevilton Theodoro Moreira o trabalho alcançado hoje é o resultado dos trabalhos integrados desenvolvidos em parceria entre as forças de segurança.

Ao ser questionado sobre a droga, os homens mantiveram-se em silêncio e nada alegaram. Um deles, o homem de 37 anos, já possuía antecedentes criminais pelo crime de tráfico de drogas, o outro não contava com passagens policiais. Na ocasião, ambos foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e encaminhados para a Delegacia de Naviraí (MS). Se condenados, poderão pegar de cinco a 15 anos de prisão.

Para o delegado-titular, da Denarc Londrina, Lanevilton Theodoro Moreira o trabalho alcançado hoje é o resultado dos trabalhos integrados desenvolvidos em parceria entre as forças de segurança.