Geral

Japão atende ONU e aprova sanções econômicas ao Irã

Da Redação ·

O Japão aprovou hoje novas sanções econômicas ao Irã, após a Organização das Nações Unidas (ONU) pedir mais restrições contra o país persa devido ao programa nuclear polêmico. A medida aprovada pelo gabinete do primeiro-ministro Naoto Kan inclui o congelamento de bens de 88 instituições, 15 bancos e 25 indivíduos, informou Hideaki Fujisawa, representante do Ministério do Comércio. Os iranianos também estão proibidos de entrar no Japão, afirmou Fujisawa.

continua após publicidade

A ONU aprovou uma quarta rodada de sanções contra o Irã em junho, argumentando que o país se recusa a interromper seu programa de enriquecimento de urânio. O Irã alega ter apenas fins pacíficos em seu programa nuclear, mas países liderados pelos Estados Unidos acusam o Irã de buscar secretamente a produção de armas nucleares.

continua após publicidade

Os EUA e a União Europeia também aprovaram recentemente sanções unilaterais contra o Irã. As novas sanções do Japão exigem uma supervisão mais rigorosa das transações financeiras bilaterais, mas não afetam a importação de petróleo iraniano. O Irã é o terceiro maior fornecedor de petróleo ao Japão.