Geral

Portugal condena sete acusados de abuso sexual

Da Redação ·
 Pessoa caminha em frente à Casa Pia, instituição educacional para menores, em Portugal; instituição está envolvida em escândalo de pedofilia
fonte: Francisco Seco/01.09.2010/AP
Pessoa caminha em frente à Casa Pia, instituição educacional para menores, em Portugal; instituição está envolvida em escândalo de pedofilia

A Justiça de Portugal considerou culpados os setes acusados de abuso sexual com ex-alunos da Instituição Casa Pia, um dos maiores escândalos recentes do país, informou o jornal português Publico.

continua após publicidade

Os crimes foram cometidos nos meados dos anos 70, na instituição educacional para menores carentes. Entre os culpados, estão um famoso apresentador de TV Carlos Cruz e um embaixador do país Jorge Ritto.

continua após publicidade

Os juízes disseram que os condenados praticaram os atos de forma voluntária e consciente com 32 menores. Eles são acusados por mais de 900 crimes relacionados à pedofilia e abuso sexual. O processo de julgamento durou cinco anos e meio.

continua após publicidade

As vítimas contaram que os acusados as levavam para porões de casas abandonas para abusá-las.
O caso veio à tona em 2002 quando um antigo aluno da instituição alegou ter sofrido abusos sexuais em entrevista a um jornal.

Outras figuras públicas também estão envolvidas no caso, como um arqueólogo e antigo médico da Casa Pia, Ferreira Diniz, o ex-ministro da Segurança Social e deputado, Paulo Pedroso.

continua após publicidade

O jornal diz que os acusados vão recorrer.