Geral

Sargento tenta suicídio após fazer ex-namorada refém

Da Redação ·

Um sargento da Brigada Militar tentou suicídio após fazer a ex-namorada refém na tarde desta quinta-feira. O caso ocorreu em uma loja de artigos de noivas, localizada na zona sul de Porto Alegre (RS). O policial saiu do trabalho e foi ao estabelecimento para conversar com a mulher porque estava inconformado com o fim do relacionamento. As informações são do Correio do Povo.

continua após publicidade

Ao entrar na loja, ele fez a ex-namorada refém e subiu para o segundo andar. Em seguida, o gerente acionou a Brigada Militar, que pediu o auxílio do GATE (Grupamento de Ações Táticas Especiais de Porto Alegre). Depois de aproximadamente 45 minutos de negociação com o Gate, o policial liberou a ex-namorada e atirou no próprio rosto com uma pistola 380. O tiro entrou pelo pescoço e saiu pelo ouvido. Ele foi encaminhado ao Hospital de Pronto do Socorro em estado grave, mas não corre risco de morrer.

continua após publicidade

Segundo o tenente-coronel, Leonel Andrade, o sargento está há 17 anos na Brigada Militar, mas ficou afastado do serviço nas ruas após sofrer de depressão. No momento do crime, o policial teria pedido para a ex que ligasse para os pais e se despedisse deles porque seria morta.

- Ele pertence à 4ª Companhia do 1º batalhão e realizava serviços administrativos. O nosso negociador conversava com o sargento que estava fardado. Ele não reconhecia os próprios colegas de Brigada.