Geral

Vulcão desperta após 400 anos e desloca 12 mil

Da Redação ·
 Homem e seu filho olham o Sinabung no distrito de Karo, no norte da ilha de Sumatra
fonte: Sutanta Aditya/29.08.2010/AFP
Homem e seu filho olham o Sinabung no distrito de Karo, no norte da ilha de Sumatra

As autoridades da Indonésia mantêm o estado de alerta após a erupção, a primeira em 400 anos, do vulcão Monte Sinabung, ao norte da ilha da Sumatra, que provocou a morte de duas pessoas e obrigou a retirada de 12 mil moradores.

continua após publicidade

A polícia local informou à agência estatal Antara que dois aldeões morreram durante a retirada de ataque cardíaco.

continua após publicidade

O vulcão Sinabung, de 2.451 metros de altitude, entrou em erupção por volta da meia-noite, lançando ao ar cinza e fumaça a uma altura de 1.500 metros, jogando lava a partir de sua cratera, indicou o centro local de vulcanologia.

continua após publicidade

O escritório de Defesa Civil enviou à região do vulcão, que fica a 1.300 km ao noroeste de Jacarta, dezenas de caminhões, ônibus e ambulâncias para evacuar os moradores de 17 povoados situados na encosta da montanha que foram levados para prédios públicos e templos religiosos.

O Ministério da Saúde distribuiu 7.000 máscaras, como detalhou o porta-voz da Agência Nacional para a Gestão de Desastres, Priyadi Kardono.

continua após publicidade

Apesar de que a atividade do Sinabung ter arrefecido nas últimas horas os analistas mantêm vigilância por não dispor de um padrão de comportamento do vulcão cuja última erupção foi registrada no ano 1600.

continua após publicidade

O chefe do centro de Vulcanologia, Surono, que como muitos indonésios tem só um nome, alertou a população na rede MetroTV.

continua após publicidade

- Recomendamos aos moradores que permaneçam nos locais destinados aos deslocados até que se tenham novas informações.

A lava do vulcão provocou vários incêndios que queimaram florestas e campos agrícolas, disse Syafii Tarigan, responsável de uma ONG local.

- Nossos mercados, casas e estradas estão cobertos de cinza. Uma nuvem de fumaça, cinza e lava ainda é visível.

Indonésia, que fica no chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica, abriga mais de 400 vulcões, dos quais ao menos 129 continuam ativos e 65 estão classificados como perigosos.