Geral

Agentes de elite recebem suspensão após sequestro

Da Redação ·
 Policiais de grupo de elite tentam invadir ônibus sequestrado em Manila, capital das Filipinas, na última segunda (23)
fonte: AFP/23.08.2010
Policiais de grupo de elite tentam invadir ônibus sequestrado em Manila, capital das Filipinas, na última segunda (23)

As autoridades das Filipinas suspenderam nesta quarta-feira (25) quatro policiais que participaram da operação para acabar com o sequestro de um ônibus de turismo na última segunda-feira (23) em Manila, capital do país, que terminou com a morte de oito turistas de Hong Kong.

continua após publicidade

O comandante da força policial, Agrimero Cruz, disse que a medida será válida enquanto durarem as investigações da ação da equipe tática.

continua após publicidade

- À espera dos resultados da investigação, eles foram suspensos de suas funções.

continua após publicidade

Os quatro oficiais comandaram a equipe de 200 oficiais de uma unidade de elite que invadiu o ônibus em que um ex-policial filipino mantinha 15 pessoas como reféns.

O sequestrador foi morto, mas oito turistas também morreram na tragédia, e um permanece internado em estado grave. Quatro pessoas saíram do ônibus ilesas.

continua após publicidade

China criticou ação

continua após publicidade

A suspensão dos policiais acontece após os protestos do governo chinês contra a suposta falta de preparo da equipe que invadiu o veículo. Donald Tsang, chefe executivo de Hong Kong, foi um dos primeiros a criticar os policiais filipinos.

continua após publicidade

- É uma grande tragédia. Acho decepcionante o modo como foi conduzida a operação e principalmente o resultado.

Diante da indignação em Hong Kong, o executivo recomendou à população do território sob soberania chinesa que evite qualquer viagem às Filipinas nos próximos dias.

continua após publicidade

Na outra frente diplomática, o ministro das Relações Exteriores da China, Yang Jiechi, ressaltou que há um clima negativo em seu governo e reivindicou às Filipinas uma detalhada investigação.

continua após publicidade

O governo das Filipinas disse que vai investigar todas as circunstâncias da ação e prometeu manter as autoridades chineses informadas sobre os resultados.

continua após publicidade

O grupo de elite da polícia invadiu o ônibus após a fuga do motorista, que também era mantido refém. Em várias ocasiões os agentes tentaram quebrar as janelas do veículo para entrar, mas foram obrigados a recuar por causa dos tiros de fuzil disparados pelo sequestrador.

Corpos retornam à China

A rede de TV CNN informou que os corpos das vítimas do sequestro nas Filipinas foram levados de volta a Hong Kong nesta quarta-feira (25).

De acordo com a rede americana, os sobreviventes da tragédia também voltaram para casa, enquanto as autoridades filipinas declararam luto oficial pelas vítimas do ataque.

Copyright AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados