Geral

Nepal confirma morte de pessoas que estavam em avião

Da Redação ·

As autoridades do Nepal anunciaram nesta terça-feira (24) que as 14 pessoas, entre elas seis estrangeiros, que estavam a bordo de um avião nepalês que caiu pouco depois da decolagem na capital do país, Katmandu, morreram. Bimlesh Lal Karna, comandante das operações de emergência da aviação civil, deu a notícia.

continua após publicidade

- Há 14 mortos. Nossas equipes de resgate chegaram ao local do acidente e posso confirmar que não há sobreviventes.

continua após publicidade

Os passageiros estrangeiros eram quatro americanos, um japonês e um britânico.

continua após publicidade

O avião da companhia Agni Air havia decolado com destino a Lukla, etapa habitual para os turistas que fazem trilhas na região do Everest.

A aeronave caiu, por motivos desconhecidos, ao sul de Katmandu, quando tentava executar um retorno, afirmou o ministro do Interior do Nepal, Jayamukunda Khanal.

continua após publicidade

Milhares de pessoas viajam todos os anos a Lukla, que fica 140 km ao nordeste da capital nepalesa, para visitar a região do Himalaia na fronteira com o Tibete.

continua após publicidade

Habitantes de uma pequena localidade afirmaram ter visto o avião cair em um campo perto de uma escola 24 km ao sul de Katmandu.

continua após publicidade

As fortes chuvas em Katmandu dificultam a decolagem de helicópteros militares de resgate.

A pista de pouso de 550 metros de comprimento do aeroporto de Lukla, situado sobre uma montanha a 2.757 metros de altitude, é considerada uma das mais difíceis do mundo pelos pilotos.

O turismo é uma importante fonte de recursos para este pequeno país himalaio. O número de visitantes estrangeiros aumentou desde o fim da guerra civil em 2006 entre a guerrilha maoísta e o Estado.