Geral

Grupo armado ataca hotel na Somália e mata deputados

Da Redação ·
 Membros da rede terrorista somali Al Shabab, que tem laços com a Al Qaeda, preparam armas em Mogadíscio
fonte: Abdurashid Abdulle/24.08.2010/AFP
Membros da rede terrorista somali Al Shabab, que tem laços com a Al Qaeda, preparam armas em Mogadíscio

Um grupo de homens armados, usando uniforme militar, invadiu nesta terça-feira (24) um hotel frequentado por autoridades na Somália. O deputado Mohamed Hasan informou que pelo menos 15 parlamentares foram mortos.

continua após publicidade

- Eles massacraram 15 parlamentares. Estamos cercando a área ao redor do hotel. Queremos apanhá-los e nossos soldados estão lá.

continua após publicidade

O grupo islâmico radical al Shabaab, ligado à rede terrorista Al Qaeda, desencadeia há três anos uma rebelião contra o frágil governo do país, apoiado pelo Ocidente, e controla a maior parte da capital somali, Mogadíscio.

continua após publicidade

Nenhum grupo assumiu de imediato a responsabilidade pelo atentado.

A União Africana confirmou a morte de pelo menos 15 pessoas no ataque ao Huna Hotel, em uma área da capital controlada pelo governo, situada entre o palácio presidencial e o oceano Índico. Não confirmou, porém, se eram todos parlamentares.

continua após publicidade

Copyright Thomson Reuters 2009