Geral

Greve em terminais da ALL em MT tem adesão de 90%

Da Redação ·

O presidente da Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado de Mato Grosso (Fettremat), Luiz Gonçalves da Costa, disse hoje que 90% dos caminhoneiros aderiram à convocação da entidade e suspenderam os desembarques de grãos nos terminais de cargas da América Latina Logística (ALL) em Alto Araguaia e Alto Taquari, no sul de Mato Grosso.

continua após publicidade

Em entrevista por telefone à Agência Estado, Luiz Gonçalves afirmou que está nos terminais da ALL acompanhando o desenrolar da manifestação iniciada hoje. Segundo ele, apenas 30 caminhões deram entrada nesta segunda-feira no terminal da ALL no Alto Araguaia, que tem capacidade para receber 600 veículos por dia. No terminal de Ato Taquari, que tem capacidade para 400 caminhões, a adesão foi de 100%.

continua após publicidade

O presidente da Fettremat afirmou que a paralisação não está causando transtornos, como filas nas rodovias, pois há uma semana os caminhoneiros vêm sendo orientados sobre o movimento. "Quem estava na estrada parou para aguardar e outros mudaram suas rotas e estão desembarcando em outros terminais das tradings localizados na região." Ele calcula que a partir de amanhã a ALL deve registrar falta de grãos para escoar pela ferrovia e espera que haja novas negociações para atender às reivindicações dos motoristas.

Os caminhoneiros pedem o asfaltamento do pátio de estacionamento, iluminação e segurança; suspensão da proibição da entrada de motoristas que reclamam das condições do terminal (bloqueio com base no CPF e placa do caminhão); fim da cobrança pelo uso dos banheiros; criação de mecanismos de registro da chegada; limite do número de caminhões no pátio; e aumento no número de tombadores, equipamento que faz a descarga do veículo.