Geral

Secretaria da Segurança Pública lança megaoperação em Curitiba e Região Metropolitana

Da Redação ·
Secretaria da Segurança Pública lança megaoperação em Curitiba e Região Metropolitana. Foto: Divulgação
Secretaria da Segurança Pública lança megaoperação em Curitiba e Região Metropolitana. Foto: Divulgação

Com meses de planejamento, a ação policial reúne todas as forças de segurança do Paraná que vão trabalhar de forma integradaDo mais sigiloso e avançado serviço de inteligência até o mais ostensivo dos patrulhamentos, Curitiba e os municípios da região metropolitana recebem a “megaoperação Impacto”, a partir desta quarta-feira (14). 

continua após publicidade

Polícia 24 horas nas ruas, helicópteros no apoio às equipes terrestres, cães farejadores, cavalaria, ações estratégicas em horários e locais com maior incidência de crimes, barreiras de trânsito serão algumas das iniciativas programadas. 

Com meses de planejamento, a operação reúne todas as forças de segurança do Paraná (Polícia Civil, Militar, Corpo de Bombeiros, Departamento de Inteligência, Departamento Penitenciário, Polícia Científica) que vão trabalhar de forma integrada como resposta, principalmente, aos crimes patrimoniais (roubo e furto) registrados no primeiro semestre de 2016. 

continua após publicidade

Dentro da estratégia da operação, cerca de 800 policiais, que estão concluindo o curso de formação, vão reforçar o contingente total da Polícia Militar da região. 

Novas viaturas foram locadas para fazer o patrulhamento ininterrupto em Curitiba e região metropolitana. Policiais civis e militares das unidades de elite também estão convocados para realizar patrulhas especializadas. Agentes responsáveis pelos serviços administrativos da PM serão destacados para trabalhar nas ruas.

“Nos próximos 30 dias, estão programadas ações de prevenção, fiscalização e combate à criminalidade em Curitiba e região metropolitana, além de ações pontuais no interior do Estado. É uma megaoperação planejada com o reforço das primeiras 50 viaturas locadas para fazer o patrulhamento ostensivo”, disse o secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita. Nas próximas semanas, mais 150 veículos serão entregues.

continua após publicidade

“O trabalho das nossas polícias será acompanhado do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) e orientado por informações do Departamento de Inteligência. É um trabalho integrado de todas as forças da Segurança Pública do Paraná”, completou o secretário.

REFORÇO
A operação também está utilizando policiais que trabalham no setor administrativo. “Potencializamos a presença em rua com a aplicação dos efetivos administrativos em atividades operacionais, posicionado com base nas estatísticas criminais e com ações focadas no cidadão, com o policiamento ostensivo preventivo”, disse o comandante-geral da PM, coronel Maurício Tortato.

Pela Polícia Civil, o início das ações ocorreram com uma operação da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, com 13 prisões de suspeitos de roubar mais de 100 carros. “A quadrilha vinha sendo investigada há meses. É mais uma resposta ao combate a crimes patrimoniais. Trabalhamos também sempre com troca de informações com a PM, para facilitar o trabalho e obter mais agilidade nos resultados”, acrescentou o delegado-geral da Polícia Civil, Julio Reis.