Geral

Polícia de Dubai quer prisão de premiê de Israel e chefe do Mossad

Da Redação ·
 Mabhuh foi assassinado em 20 de janeiro em Dubai
fonte: BBC - Brasil
Mabhuh foi assassinado em 20 de janeiro em Dubai

O chefe da polícia de Dubai,, Dahi Khalfan Tamim, afirmou, nesta terça-feira, que pediu ao Ministério Público do país um mandado de prisão do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e do chefe do serviço secreto Mossad, pela morte do líder do Hamas, Mahmud al-Mabhuh.

continua após publicidade

Um grupo de dez homens e uma mulher teria assassinado o líder do grupo islâmico em um quarto de hotel em Dubai em 20 de janeiro. A polícia de Dubai afirmou que eles teriam usado passaportes falsos e havia sugerido o envolvimento do Mossad no assassinato.

Segundo Tamim, ele agora estaria “completamente certo de que foi o Mossad" o responsável pelo crime e teria apresentado um pedido de prisão de Netanyahu e de Méir Dagan.

continua após publicidade

Israel, no entanto, nega as acusações. Na semana passada, o ministro das Relações Exteriores, Avigdor Lieberman, disse a chanceleres europeus que "não há provas" do envolvimento Mossad no assassinato do líder do Hamas.