Geral

Vaiado, Luciano Huck atribui reação de torcida a crise no Brasil

Da Redação ·
O apresentador Luciano Huck, da TV Globo, foi vaiado por parte do ginásio do Maracanãzinho. Foto: Reprodução.
O apresentador Luciano Huck, da TV Globo, foi vaiado por parte do ginásio do Maracanãzinho. Foto: Reprodução.

MARCEL MERGUIZO, ENVIADO ESPECIAL RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O apresentador Luciano Huck, da TV Globo, foi vaiado por parte do ginásio do Maracanãzinho, neste domingo (7), durante a vitória da seleção brasileira masculina de vôlei sobre o México na Olimpíada do Rio.

continua após publicidade

No intervalo entre a derrota no primeiro e a vitória no segundo set, Huck apareceu no telão e foi entrevistado por uma das repórteres da organização responsáveis por animar o público entre os pontos e os sets.

Quando começou a falar sobre sua torcida para a seleção, as vaias tomaram conta do Maracanãzinho. Após o jogo, Huck disse que a atual crise pela qual o Brasil passa pode ter sido a causa.

continua após publicidade

"Ginásio é ginásio. Foi uma parte. Acho que tem a ver com a situação que o país passa", disse Huck à Folha de S.Paulo.

Questionado se seu posicionamento político pode ter influenciado o público, o apresentador concordou. "Pode. Talvez, sim." Huck é amigo do senador Aécio Neves (PSBD-MG), candidato à presidência em 2014.

Vestindo uma camiseta do Time Brasil, o apresentador da TV Globo foi ao ginásio com os filhos Joaquim e Benício.