Geral

Incêndio destrói cerca de 100 barracos em favela na zona norte  

Da Redação ·
Mauro Zafalon/Folhapress - GOOGLE
Mauro Zafalon/Folhapress - GOOGLE

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um incêndio destruiu cerca de cem barracos de uma favela no bairro do Limão, na zona norte de São Paulo, na noite deste domingo (31). Ninguém ficou ferido.

continua após publicidade

O fogo começou por volta das 20h45. Ao menos 19 equipes dos bombeiros foram enviadas à rua Dionísio Barbosa para combater as chamas, que só foram controladas depois de duas horas e meia.

O fogo tomou conta rapidamente dos barracos de madeira da comunidade conhecida como favela dos tubos. Segundo o Corpo de Bombeiros, 85% dos barracos foram queimados em uma área de 800m2. Cerca de cem famílias ficaram desabrigadas e não tiveram tempo de salvar nada, saindo apenas com o roupa do corpo.

continua após publicidade

A Eletropaulo e a polícia foram acionadas. A Defesa Civil do município cadastrou os desabrigados e informou que os kits que deveriam ser entregues com material de higiene, comida e cobertores devem ser fornecidos apenas na manhã desta segunda-feira (1º).

A representante da associação de moradores da favela, Terezinha Dramacho, acredita que as chamas tenham começado depois de um curto circuito na fiação que fica em um dos acessos para a comunidade. As causas do incêndio ainda serão investigadas.

Segundo o Corpo de Bombeiros, só neste ano já foram registrados mais de cem incêndios em comunidade na cidade de São Paulo. Por volta das 5h30, equipes da corporação permaneciam no local fazendo o trabalho de rescaldo para evitar o surgimento de novos focos de fogo.

continua após publicidade

OUTRO INCÊNDIO

Também na noite deste domingo, um incêndio de grande proporção atingiu um indústria de papel em Poá, na Grande São Paulo. Não houve vítimas. Segundo o Corpo de Bombeiros, o chamado foi às 21h40, na rua Calil Haddad, na Vila Lúcia.

A corporação enviou 18 equipes ao local, mas o fogo só foi controlado no início da madrugada desta segunda-feira. A área atingida pelas chamas tem aproximadamente 2.000 m2.