Geral

Especialista dá dicas de economia de água no verão para empresas

Da Redação ·
Especialista dá dicas de economia de água no verão para empresas - Ilustração: www.escolakids.com
Especialista dá dicas de economia de água no verão para empresas - Ilustração: www.escolakids.com

No mês de dezembro inicia-se a temporada de verão e com ela, o aumento do consumo de água da população. Nesta época do ano a maior incidência de raios solares diminui a umidade relativa do ar, o que gera mais necessidade do recurso e elevam os índices de desperdício. Dados divulgados pela Organização das Nações Unidas (ONU), diz que cada indivíduo necessita de 3,3 mil litros de água por mês, cerca de 110 litros de água por dia para atender as necessidades de consumo e higiene. No entanto, no Brasil, o consumo por pessoa pode chegar a mais de 200 litros/dia.

Segundo Wagner Cunha Carvalho, especialista em eficiência hídrica e diretor da W-Energy, empresa responsável por métodos de redução de desperdícios de água e energia, no verão existem métodos simples a serem adotados por empresas para poupar água. “Nosso país possui 11% de toda água doce do planeta, porém 70% dela está concentrada na bacia amazônica onde há poucas pessoas e ainda é compartilhada com os outros seis países.

continua após publicidade


Mas, adotando práticas como fechar a torneira enquanto ensaboa as mãos ou escova os dentes, é possível economizar 1,9 milhão de litros de água ao longo da vida. Além disso, a economia de água vem através da implantação de equipamentos economizadores e treinando seus colaboradores, ou seja, implantando o projeto de uso racional do recurso”, revela.

A W-Energy, por exemplo, fornece tecnologias importadas da Europa, referência no consumo de água mundial, com um sistema de garantia de economia, uma vez que existem equipes capacitadas para analisar pontos de vazamentos e grandes potenciais de desperdício. Seus clientes chegam a reduzir o custo da conta de água pela metade.

“É possível a redução do consumo de água em até 50%, através da instalação de equipamentos economizadores em todos os pontos de consumo, como chuveiros, sistemas de descarga e torneiras, tanto para consumo humano e limpeza. Para isso são instalados arejadores ecológicos nas torneiras, sistemas de duplo acionamento nas descargas e reguladores de vazão nos chuveiros, não comprometendo a qualidade das tarefas”, diz Wagner.