Geral

Afeganistão reafirma decisão de controlar segurança até 2014

Da Redação ·
 O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, e a secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, posam para foto durante conferência em Cabul, capital afegã
fonte: Foto Shah Marai/20.07.2010/AFP
O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, e a secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, posam para foto durante conferência em Cabul, capital afegã

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, disse nesta terça-feira (20) que está decidido a fazer com que as forças afegãs garantam a segurança de todo o país até 2014, retomando a responsabilidade que hoje recai, em grande parte, sobre as tropas da Otan (aliança militar ocidental).

continua após publicidade

A declaração de Karzai foi feita em discurso durante a abertura da conferência internacional sobre o Afeganistão em Cabul, capital do Afeganistão.

continua após publicidade

O encontro reúne os países que participam das forças internacionais que lutam contra os insurgentes do Taleban, bem como países doadores que contribuem para a condução da guerra.

continua após publicidade

Cerca de 140 mil militares internacionais, sendo dois terços americanos, estão mobilizados atualmente no país para apoiar as forças afegãs contra a rebelião dos insurgentes do Taleban, que vem ganhando força nos últimos quatro anos.

Karzai disse que a data estabelecida como meta para a retomada do controle da segurança pelas forças locais não deve ultrapassar o ano de 2014.

continua após publicidade

- Sigo decidido a fazer com que nossas forças de segurança nacionais sejam responsáveis por todas as operações militares e de segurança no país até 2014.