Geral

Pecuaristas do noroeste paranaense investem em carnes nobres

Da Redação ·
O Paraná tem sete cooperativas produzindo para este tipo de mercado
O Paraná tem sete cooperativas produzindo para este tipo de mercado

O Paraná tem atualmente sete cooperativas investem na produção de carnes nobres. De acordo com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Seab), elas respondem por 5% de toda a carne produzida no estado. Um segmento que cresce e exige investimento na qualidade do produto.

continua após publicidade

"A gente tá focando a produção em raças especializadas. Trabalhamos com tecnologia, adubação de pastagens, alimentação mais correta e cuidados com a parte sanitária", explica o presidente de uma cooperativa, Agusto Caldeirão.

A grande vantagem de fazer parte de uma cooperativa é que o produtor deixa de ser vendedor de animais e passa a ser vendedor de carne. A produção, nesse caso, sai do campo direto para os supermercados. O produtor ganha mais porque tira um intermediário. 

continua após publicidade

E ter uma carne de qualidade superior também faz diferença no aumento dos rendimentos. "Surgiu a ideia de juntar alguns criadores que faziam esse trabalho e formar a cooperativa. Estamos recebendo mais por esse trabalho que temos feito", comenta o criador Élton Zafanello Silveira. A cooperativa em que Élton Zafanello Silveira é associado foi criada em 2007. No momento, estão com 54 cooperados, que vendem carne nobre para 14 cidades. Eles negociam diretamente com o mercado e terceirizam um frigorífico para os abates. Assim, ganham entre 8 a 10% a mais. Segundo o administrador da cooperativa as vendas estão crescendo 30% a cada ano.