Geral

Suprema Corte dos EUA legaliza casamento entre pessoas do mesmo sexo 

Da Redação ·
​“O amor venceu”. Com esta frase publicada no Facebook, o presidente americano, Barack Obama, comemorou uma decisão histórica - Foto: Arquivo
​“O amor venceu”. Com esta frase publicada no Facebook, o presidente americano, Barack Obama, comemorou uma decisão histórica - Foto: Arquivo

“O amor venceu”. Com esta frase publicada no Facebook, o presidente americano, Barack Obama, comemorou uma decisão histórica. Depois de uma votação da Suprema Corte dos EUA, o casamento entre pessoas do mesmo sexo se tornou legal em todos os estados do país a partir desta sexta-feira.

O órgão máximo da Justiça dos EUA definiu como inconstitucional qualquer tentativa de estados conservadores de banir a união oficial entre gays. Trata-se da mais significativa mudança de leis sobre matrimônio nos EUA desde que o supremo acabou com as barreiras aos casamentos entre pessoas de raças diferentes, há 50 anos.

No Twitter, a hashtag “#LoveWins” (#AmorVence) está nos trending topics, reproduzida por milhares de pessoas, entre elas, famosos como a autora J.K. Rowling, a apresentadora Ellen DeGeneres e o cantor Ricky Martin. “Na formação de uma união conjugal, duas pessoas se tornam algo maior do que eram antes”, escreveu o juiz associado da Suprema Corte Anthony Kennedy na revisão do tribunal.

“Seria entender mal estes homens e estas mulheres dizer que eles desrespeitam a ideia de casamento. (…) Sua esperança é não serem condenados a viver na solidão, excluídos de uma das mais antigas instituições da civilização. Eles pedem igual dignidade aos olhos do lei. A Constituição confere-lhes esse direito.”

continua após publicidade