Geral

​Polícia apreende toras de árvore ameaçada de extinção no Paraná

Da Redação ·
Espécie em extinção tem restrições para poder ser cortada (Foto: Divulgação/PRF)
Espécie em extinção tem restrições para poder ser cortada (Foto: Divulgação/PRF)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, neste sábado (30), uma carga de toras de araucária, árvore ameaçada de extinção. Segundo os policiais, a madeira era transportada em um caminhão, que trafegava pela BR-376, em Curitiba. O motorista foi detido por crime ambiental.

continua após publicidade

De acordo com a PRF, os policiais pararam o caminhão porque desconfiaram que houvesse excesso de peso no veículo. Na nota fiscal, constava que o caminhão deveria levar 12 metros cúbicos de araucária, mas na verdade transportava 27 metros cúbicos. 

A madeira, extraída na cidade de Castro, na Região dos Campos Gerais do Paraná, seria entregue a uma serraria no bairro Umbará, em Curitiba. As toras de araucária estavam prestes a virar tábuas e vigas.

continua após publicidade

O motorista foi levado à Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, da Polícia Civil. após prestar depoimento, o homem foi liberado. Ele deve ser intimado para prestar depoimento na segunda-feira (1º). Além do crime ambiental, ele recebeu outras cinco notificações de  infrações de trânsito por excesso de peso, tacógrafo não aferido, mau estado de conservação, transportar carga nas partes externas do veículo e falta de equipamento obrigatório.

Em extinção A araucária é a árvore símbolo do Paraná. A espécie, nativa da mata serrana nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul tem uma série de restrições para que possa ser derrubada. A semente dela, o pinhão, é um prato bastante comum em todos os estados, mas a venda também é restrita a determinadas épocas do ano, para garantir a continuidade da espécie.