Geral

Em assembleia, professores da rede estadual decidem manter a greve no Paraná

Da Redação ·
Professores em passeata em Curitiba (Foto: Agência Brasil)
Professores em passeata em Curitiba (Foto: Agência Brasil)

Reunidos em assembleia, os professores e servidores da rede estadual de educação do Paraná decidiram pela continuidade da greve. A categoria debateu os rumos da paralisação em assembleia no Estádio Vila Capanema, em Curitiba. 

continua após publicidade

Esta terça-feira foi marcada por protestos contra o governo estadual e a Polícia Militar (PM), após cerca de 200 pessoas ficarem feridas em ato na quarta-feira da semana passada, quando os docentes fizeram manifestação contra o projeto que mudava o ParanaPrevidência. 

Cerca de 10 mil professores da rede estadual de ensino, segundo estimativas da Polícia Militar (PM), participaram de novo protesto na manhã desta terça-feira (5) em Curitiba. Eles saíram em passeata rumo ao Centro Cívico.

continua após publicidade

Depois da passeata, à tarde, se reuniram no estádio e aprovaram a manutenção da greve. 

Quase 1 milhão de estudantes estão sem aula no estado por causa da mobilização. A Justiça chegou a determinar o retorno imediato dos professores às salas de aula, mas o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato) entrou com recurso.