Geral

Caminhoneiros voltam a protestar e dificultar o trânsito em rodovias no Paraná

Da Redação ·

A mobilização dos caminhoneiros, deflagrada a zero hora desta quinta-feira, já tem dois pontos confirmados de bloqueios na região de Apucarana e Vale do Ivaí. 

continua após publicidade

O primeiro ponto a ser bloqueado no Vale do Ivaí foi a PR-466, em Jardim Alegre, que teve o trânsito fechado por volta das 15 horas. 

A movimentação de caminhoneiros também interrompeu o tráfego na BR-369, na altura da praça de pedágio, em Arapongas. A pista foi fechada dos dois sentidos apenas para caminhões. Veículos leves estavam sendo autorizados a passar por volta das 16 horas.

continua após publicidade

Segundo a PRF, atos semelhantes também foram registrados na BR-376, em Marialva, na região de Maringá, onde os caminhoneiros estão desde a madrugada desta quinta-feira (23) para exigir a fixação de um valor mínimo de fretes para a categoria. 

Os manifestos também são realizados em outros estados brasileiros e ocorrem após uma reunião para discutir o assunto em Brasília com representantes dos caminhoneiros e do governo federal e que terminou sem acordo, na quarta-feira (22) à noite.

continua após publicidade

Em Marialva, longas filas de carro se formavam por volta das 14h - Foto: Luciana Penã (CBN Maringá)



Às 9h20, outro grupo de caminhoneiros iniciou um protesto na BR-277, em Laranjeiras do Sul, na região central do Paraná. Os manifestantes estão direcionando os caminhões para o pátio de um posto de combustíveis. Carros de passeio e os demais veículos estão sendo liberados.

continua após publicidade

O mesmo acontece desde as 9h50 na BR-163, em Capitão Leônidas Marques, no oeste do Estado. Neste horário, os manifestantes também retomaram o protesto na BR-277, em Medianeira, na mesma região. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não há bloqueios nestes trechos. Ainda de segundo com os policiais rodoviários, durante a madrugada também foram registrados protestos na BR-277, em Irati, mas foram encerrados após negociações com os policiais. Os bloqueios foram parciais e os demais veículos não foram impedidos de passar.

continua após publicidade

Por volta das 16h40min, longas filas de veículos se formavam em trecho da BR-369, próximo á praça de pedágio - Foto: Cindy Annielli



O preço do frete, hoje negociado de maneira livre entre contratante e contratado, caiu 37% em todo o país nos últimos cinco meses, de acordo com a Federação dos Transportadores Rodoviários Autônomos do Estado de São Paulo (Fecamsp). No dia 17 de abril deste ano, o governo publicou no "Diário Oficial da União" o decreto da presidente Dilma Rousseff que regulamenta a Lei dos Caminhoneiros, sancionada no início de março.


Pontos de protestos até as 16 horas


BR-277, Medianeira, km 667
BR-277, Laranjeiras do Sul, km 451
BR-376, Marialva, km 451
PR-466, Jardim Alegre, km 100
BR-369, Arapongas, km 178

BR-163, Barracão, km 7

Com informações do G1