Geral

​Febre na internet, Dubsmash vira 'lição de casa' para dubladores

Da Redação ·
Concentraçao é fundamental para dublagem, garantem alunos (Foto: Fernando Castro/G1)
Concentraçao é fundamental para dublagem, garantem alunos (Foto: Fernando Castro/G1)

Baixado por mais de 20 milhões de usuários, o aplicativo Dubsmash é a mais recente febre da internet. Entre anônimos e celebridades, as performances variam das amadoras às mais elaboradas e varrem, há dias, os perfis de redes sociais. Com características semelhantes às das clássicas dublagens, o aplicativo já virou uma espécie de “lição de casa” para aprendizes de dubladores em Curitiba. As informações são do G1.

continua após publicidade

O Dubsmash oferece aos usuários a possibilidade de ser dublado por citações famosas de músicas, filmes, desenhos, e uma série de outras mídias. Ele possui listas que vão desde o que é mais popular no momento, até aquelas que foram adicionadas mais recentemente. Uma vez gravado, o vídeo já sai pronto para ser compartilhado em redes sociais ou por mensagem. “Na dublagem você tem que encaixar uma voz dentro da imagem.

O Dubsmash faz justamente o contrário, você coloca a sua imagem numa voz pré-estabelecida. Mas os mecanismos para você poder acertar o sincronismo labial e ter nuanças de interpretação são exatamente os mesmos”, compara a professora de dublagem Mônica Placha. Para obter o sincronismo, no entanto, é preciso um nível elevado de concentração, reforçam os dubladores formados por Mônica. “Você tem que se concentrar naquilo que a pessoa está falando, e juntar com as reações e interpretações. Tem que prestar atenção em quando a pessoa começa e quando termina de falar. Juntando tudo isso, dá para fazer vídeos bem legais” sugere a aluna Lauana Geremias, de 21 anos.

continua após publicidade

Na rotina dos dubladores, uma das tarefas mais exigentes, relatam, é a de manter a atenção em todos os detalhes que a atividade exige, que vão desde o vídeo a ser dublado, até a própria voz, passando pelo áudio original e suas peculiaridades, as marcações de tempo e outros elementos. “São muitas coisas para o cérebro decodificar, por isso é difícil acertar, principalmente no início. Mas quando eles conseguem acertar, a serotonina age no corpo e aumenta a autoestima. Eu acho que esse aplicativo tem também essas características, e por isso viralizou. A pessoa acerta o Dubsmash e tem sensação de missão cumprida”, analisa a professora.