Geral

Polícia investiga terceira pessoa em morte de casal em motel

Da Redação ·
Polícia investiga a participação de uma terceira pessoa na morte de jovens de Paranavaí(Foto: Reprodução RPC/G1)
Polícia investiga a participação de uma terceira pessoa na morte de jovens de Paranavaí(Foto: Reprodução RPC/G1)

A Polícia Civil investiga a participação de uma terceira pessoa na morte dos jovens Gabriela Cerci Bernabe e André de Freitas Perez Silva, encontrados mortos em um motel de Paranavaí, no noroeste do Paraná, no dia 4 de abril.

Em nota, o delegado chefe Luiz Carlos Mânica informa que a polícia chegou a essa pessoa após analisar 250 horas de imagens do estabelecimento e analisar outros indícios. Os jovens saíram de uma boate da cidade na madrugada de 4 de abril, e foram até um motel por volta das 4h. Segundo a Polícia Civil, como os dois não apareceram em casa no dia 4, as famílias procuraram a polícia e registraram Boletim de Ocorrência sobre os desaparecimentos. Pouco tempo depois, os dois foram encontrados mortos deitados na cama de um dos quartos do motel.

No dia 10 de abril, a Polícia Civil divulgou os laudos do Instituto Médico-Legal (IML) sobre as causas de morte de André e Gabriela. O laudo apontou que Gabriela, de 26 anos, morreu devido a uma fratura no pescoço provocada por uma queda. Já André, de 22 anos, morreu por embolia pulmonar causada por intoxicação.

O perito responsável pelo caso retirou amostras de unhas de Gabriela, pois encontrou pedaços de pele sob as unhas dela, e encaminhou para análise em Curitiba. O órgão ainda encaminhou amostras de sangue e dos pulmões das vítimas para exames toxicológicos. A Polícia Civil continua investigando o caso e só deve concluir o inquérito quando esses exames ficarem prontos.

continua após publicidade