Geral

Homem abre fogo em tribunal de Milão e deixa três mortos

Da Redação ·
Pessoas deixam o Palácio da Justiça de Milão nesta quinta-feira (9) após um tiroteio que deixou dois mortos (Foto: Stefano Rellandini/Reuters)
Pessoas deixam o Palácio da Justiça de Milão nesta quinta-feira (9) após um tiroteio que deixou dois mortos (Foto: Stefano Rellandini/Reuters)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Três pessoas morreram nesta quinta-feira (9), incluindo um magistrado, em um tribunal de Milão, no norte da Itália, onde um homem, que seria julgado por falência, abriu fogo, informou um porta-voz da Corte de Apelações. 

continua após publicidade


O atirador, que permaneceu no tribunal após o matar o seu advogado, um magistrado e outro réu, foi detido pelas forças de segurança ao tentar fugir de moto do local. O incidente ocorreu por volta das 11h locais (6h em Brasília). 


O autor dos disparos é, segundo os meios de comunicação locais, Claudio Giardiello, acusado em um caso de falência fraudulenta. Ele teria aberto fogo dentro de uma sala contra pessoas que testemunhavam contra ele no processo. 

continua após publicidade


De acordo com uma testemunha, um homem, de terno e gravata, entrou armado no tribunal e abriu fogo no gabinete de um juiz no terceiro andar do prédio.
Um advogado afirmou que viu duas pessoas gravemente feridas.