Geral

Policial militar é suspeito da morte dos quatro jovens em Flórida

Da Redação ·
Três dos mortos fizeram uma foto antes de sumir (Foto: Arquivo pessoal)
Três dos mortos fizeram uma foto antes de sumir (Foto: Arquivo pessoal)

Um policial militar é o principal suspeito da execução de quatro jovens em Flórida, na região de Maringá. Segundo informações do jornal O Diário de Maringá, o suspeito integra grupo de elite do 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM), de Maringá, e seria inimigo declarado de uma das vítimas, Daniel Gonçalves de Araújo Júnior, 20, o Juninho. Segundo as investigações da Polícia Civil, o policial militar era contra o relacionamento da irmã dele, de 14 anos, com o rapaz, a quem teria agredido duas vezes no ano passado. 

continua após publicidade

Segundo a tia do servente de pedreiro, depois de ser espancando e escapar ileso de uma sequência de disparos de arma em uma festa em Flórida, o sobrinho retornou para Londrina. De volta a Flórida, o rapaz foi novamente espancado pelo PM em via pública. Ainda segundo a tia do jovem, o sobrinho não registrou BO por medo. 

O pai do servente de pedreiro reafirmou o medo do filho que, segundo ele, gravou um vídeo no qual responsabiliza o policial caso alguma coisa grave lhe acontecesse. O delegado-chefe da 9ª SDP, Osmir Ferreira Neves Júnior, que acompanhou o trabalho de remoção dos corpos de Daniel e de Eder das Neves de Oliveira, 21, confirmou a linha de investigação. Um dia antes, no mesmo canavial na zona rural de Flórida, foram encontrados os corpos do casal de namorados Ana Cláudia Alves, 22, e Jonathan Willian Moreira da Silva, 17. Eles estavam desaparecidos desde o último dia 11. (Com informações de www.maringanews.com.br)