Geral

Bruno não deve assistir a final da Copa hoje

Da Redação ·
 Goleiro Bruno está preso
fonte: imgsapp.rj.superesportes.com.br
Goleiro Bruno está preso

O goleiro suspenso do Flamengo, Bruno Fernandes Souza, não deve assistir a final da Copa neste domingo (11), quando a Espanha e a Holanda se enfrentam pelo título mundial. Preso numa cela individual, ele não tem acesso a televisão e, de acordo com apuração do R7, até a tarde de sábado (10) os funcionários do presídio não falavam em abrir uma exceção para o goleiro.

continua após publicidade

Bruno é o principal suspeito pelo desaparecimento da ex-amante Eliza Samudio, de 25 anos. Ela está desaparecida desde o início de junho. Segundo investigação da polícia, Eliza teria sido sequestrada e morta após insistir para que Bruno reconhecesse a paternidade de um menino de cinco meses.

O atleta não poderá receber ainda visita de parentes e amigos pelos próximos 15 ou 30 dias. Desde o dia 7 de julho, Bruno está preso em uma penitenciária de segurança máxima, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte. Ele está no pavilhão de triagem da prisão. Com 35 celas, com 6 m² cada, o local possui uma cama de concreto, colchão, pia, sanitário, além de um chuveiro. Nos primeiros 15 dias, Bruno também não poderá tomar banho de sol.

continua após publicidade

Durante o dia, o goleiro faz quatro refeições. O café da manhã é servido entre as 7h e 8h; o almoço das 11h às 12h; o café da tarde é servido por volta das 14h; enquanto o jantar, última refeição do dia, é servido entre 16h30 e 17h.

Além de Bruno, mais sete pessoas tiveram a prisão temporária decretada. Entre eles, a ex-mulher dele, Dayanne Rodrigues do Carmo Souza; Luiz Henrique Romão, conhecido como Macarrão, e o ex-policial Marcos Aparecido do Santos, conhecido como Bola, Paulista ou Neném. Um adolescente está apreendido no Rio de Janeiro.