Geral

Alckmin evita polêmica e diz que decisão de apoiar multa cabe à Câmara

Da Redação ·
Foto: arquivo
Foto: arquivo

PINDAMONHANGABA, SP - Durante evento em Pindamonhangaba (a 156 km de São Paulo), sua cidade natal, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), evitou fazer críticas ao recuo da bancada petista na Câmara Municipal, que desistiu de apoiar o projeto que institui multa de R$ 1.000 para quem desperdiçar água. 

continua após publicidade

"Essa é uma questão do município, da Câmara Municipal", afirmou Alckmin na tarde dessa sexta-feira (27). 

O governador disse que a multa não visa a arrecadação, mas o estímulo para a economia. "A população está dando um exemplo de participação. Se todo mundo economizar, evitar o desperdício, usar racionalmente a água, vamos atravessar o período seco sem necessidade de rodízio", disse. 

continua após publicidade

"Estamos indo bem [em relação à crise] porque os reservatórios estão subindo e as obras estão estritamente dentro do cronograma", completou. 

Para parlamentares da base aliada do prefeito Fernando Haddad (PT), com a multa, cuja fiscalização e aplicação caberiam à prefeitura, a grave crise hídrica poderia afetar a imagem do prefeito, pré-candidato à reeleição no próximo ano. 

O projeto em tramitação na Câmara Municipal da capital paulista prevê multa para flagrantes de desperdício, como lavar a calçada com água tratada. O texto é de autoria de vereadores, mas somente entrou na pauta de votação após pedido do governo para que prefeituras da Grande São Paulo colaborassem na caça aos "gastões" de água. 

continua após publicidade

O projeto, antes de seguir para sanção ou veto de Haddad, precisa ser aprovado em dois turnos na Câmara. São necessários 28 votos dos 55 vereadores. A oposição é composta por 14 parlamentares. 


EVENTOS 

O governador cumpriu agendas positivas no Vale do Paraíba nesta sexta-feira. 

continua após publicidade

Em Taubaté, entregou leitos no Hospital Universitário da cidade e assinou repasse de verbas para Apaes (Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais) da região. 

Já em Pindamonhangaba, inaugurou as obras de duplicação da avenida Manoel César Ribeiro.
Ainda na região, em Potim, entregou 38 veículos para a Polícia Civil do Vale do Paraíba e do litoral norte.