Geral

Jihadista 'John' do Estado Islâmico é identificado

Da Redação ·
Homem de preto ao lado do refém James Foley, que foi decapitado, seria o jihadista John, de sotaque britânico, que foi identificado como Mohammed Emwazi (Foto: Reprodução/Archive.org)
Homem de preto ao lado do refém James Foley, que foi decapitado, seria o jihadista John, de sotaque britânico, que foi identificado como Mohammed Emwazi (Foto: Reprodução/Archive.org)

 O jihadista do Estado Islâmico (EI) conhecido como "John", que tem sotaque britânico e foi responsável pelo assassinato de reféns ocidentais, foi identificado nesta quinta-feira (26) como Mohammed Emwazi, informou a emissora "BBC".

Emwazi é de nacionalidade britânica e era conhecido pelos serviços de segurança do Reino Unido, segundo a emissora.

Apelidado pela imprensa como "Jihadista John", este membro do EI foi visto pela primeira vez em um vídeo divulgado no mês de agosto de 2014, quando apareceu no vídeo do assassinato do jornalista americano James Foley.

Amigos de Emwazi disseram ao jornal “Washington Post” que ele foi criado em uma área de classe média de West London e estudou programação de computadores na Universidade de Westminster. Ele rezava ocasionalmente em uma mesquita em Greenwich.

Os amigos também contaram acreditar que ele tenha começado a se radicalizar após viajar para a Tanzânia em maio de 2009.

continua após publicidade