Geral

​Clientes fazem ‘lista negra’ de postos de combustível em cidade no Paraná

Da Redação ·
Foto: Clebert Gustavo
Foto: Clebert Gustavo

Com a corrida aos postos de combustível no final da tarde de ontem (24) empresários tem abusado no reajuste imediato do preços em Ponta Grossa. De olho nisso, consumidores tem feito uma “lista negra” dos estabelecimentos da cidade e criaram uma página na internet para denunciar os abusos no aumento do preço.

continua após publicidade

De acordo com a página, dois postos de gasolina de Ponta Grossa já vendem o combustível a R$ 4,00 – um deles na região central e o outro na avenida Dom Pedro II, na Nova Rússia. No norte o Estado, alguns postos de combustíveis já vendem o litro de gasolina por mais de R$ 5,00.

Os criadores da página reafirmam que os preços foram denunciados por consumidores e não foram conferidos pessoalmente.

continua após publicidade

Empresários podem ser acionados pelo Procon

Aumentos abusivos podem ser denunciados também ao Procon (Órgão de Defesa do Consumidor). Alguns reajustes ferem o direito do consumidor e podem ser alvo de multas aplicadas pelo órgão.

Bloqueio dos caminhoneiros

Após a notícia de que Ponta Grossa pode sofrer com a falta de combustíveis a partir desta quarta-feira, motoristas de toda a cidade correram para o posto mais próximo para encher o tanque. Um posto na região central da cidade registrou filas de até cinco carros para a mesma bomba. Em Uvaranas e no Jardim Carvalho, também houve relatos de postos lotados. A preocupação é com a possível falta de combustíveis por causa dos constantes protestos dos caminhoneiros.

Confira matéria completa AQUI