Geral

Indonésia adia execução de brasileiro do Paraná

Da Redação ·
Rodrigo Gularte está preso desde julho de 2004 após tentar entrar na Indonésia com 6 kg de cocaína Reprodução/BBC
Rodrigo Gularte está preso desde julho de 2004 após tentar entrar na Indonésia com 6 kg de cocaína Reprodução/BBC

Segundo imprensa local, execução de Gularte deveria ocorrer ainda neste mês. A Indonésia adiou a execução de prisioneiros, inclusive do paranaense Rodrigo Muxfeldt Gularte, prevista para este mês, alegando que a prisão onde as sentenças de morte seriam cumpridas não está pronta.

Rodrigo, de 42 anos, está preso desde julho de 2004, após tentar entrar na Indonésia com 6 kg de cocaína escondidos em pranchas de surfe. Ele foi condenado à morte no ano seguinte. O porta-voz do procurador-geral da Indonésia, Tony Spontana, disse à BBC que "está quase certo" que as execuções não serão realizadas neste mês, mas não anunciou quando elas irão ocorrer.

As penas de morte por fuzilamento são realizadas na ilha de Nusakambangan e, segundo ele, os preparativos se atrasaram. A família de Rodrigo, no entanto, tenta impedir que ele seja executado, solicitando a transferência do brasileiro para um hospital psiquiátrico, após um médico do governo indonésio tê-lo diagnosticado com esquizofrenia.

Clique aqui e leia mais. 



Fonte: R7.com/BBC Brasil

continua após publicidade