Geral

Ingrid Betancourt quer indenização de US$ 6,5 milhões

Da Redação ·

A ex-refém das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) Ingrid Betancourt está pedindo ao governo colombiano que pague a ela US$ 6,5 milhões pelos danos que ela sofreu quando era refém. Ex-candidata à presidência, Ingrid foi sequestrada em 2002 por rebeldes das Farc enquanto fazia campanha no sul do país, uma região com forte presença de guerrilheiros. Ela estava entre os 15 reféns das Farc libertados em 2008 pelos militares locais.

continua após publicidade

O Ministério da Defesa da Colômbia divulgou um comunicado hoje afirmando que Ingrid não tinha motivo para responsabilizar o Estado pelo seu sequestro. A pasta lembrou que a ex-refém qualificou seu resgate como "perfeito". O pedido de Ingrid não é um processo judicial, mas ela tem a opção de entrar na Justiça com essa demanda.