Geral

Contra o pacote de medidas do governo, funcionários de hospitais fazem paralisação 

Da Redação ·
Foto: reprodução/ Paraná RPC
Foto: reprodução/ Paraná RPC

O pacote de medidas que corta benefícios de funcionários públicos, encaminhado por Beto Richa (PSDB) à Assembleia Legislativa, fez com que servidores paralisassem os trabalhos parcialmente em hospitais de Londrina e de Cascavel.

continua após publicidade

De acordo com o governo, as medidas têm o intuito de gear economia e aumentar a arrecadação.

Apesar da greve, a direção do hospital afirmou que os atendimentos não foram comprometidos nesta terça-feira (10).

continua após publicidade

Manifestação em Londrina

Em Londrina, no norte do Estado, cerca de 50% dos funcionários aderiram à paralisação nos hospitais da Zona Norte e Zona Sul, segundo o diretor do SindSaúde, Marcelo Mendes.

O atendimento preferencial é para casos de emergência e urgência.

continua após publicidade

Mendes explicou que, “Hoje o ato é especificamente contra o pacote de medidas, mostrando nossa indignação. Já não basta a situação precária dos hospitais, e ainda o governo quer tirar direitos dos servidores”.

Além da paralisação dos servidores da saúde, funcionários da Universidade Estadual de Londrina (UEL) deflagraram greve pela manhã.

Fonte/ autoria: g1.globo.com