Geral

​Governo cria perfis falsos em aplicativos para combater a Aids

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia ​Governo cria perfis falsos em aplicativos para combater a Aids
​Governo cria perfis falsos em aplicativos para combater a Aids

O Ministério da Saúde criou cinco perfis falsos que serão usados em aplicativos de paquera como parte de uma campanha para ajudar na prevenção à Aids neste carnaval. A estratégia estará nos apps Tinder e Hornet, que promovem encontros casuais, para alertar a população sobre a importância do sexo seguro.

continua após publicidade

Em conversas com usuários, a ideia é que esse perfis se identifiquem como pessoas em busca de sexo sem camisinha. Durante o papo online, serão divulgadas mensagens sobre a importância da prevenção e sexo seguro. A campanha foi divulgada nesta segunda-feira (9) pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro, na quadra da escola de samba Mangueira e contou com a presença da cantora Preta Gil.

Segundo pesquisa do ministério, houve um crescimento significativo de pessoas que relataram ter tido mais de 10 parceiros sexuais na vida. Esse percentual subiu de 18%, em 2004, para 26% em 2008, chegando a 49% no ano de 2013, o maior percentual dentre todas as regiões brasileiras. O dado mais preocupante: de acordo com a pesquisa, 46% da população sexualmente ativa na região Sudeste não fez uso do preservativo em todas as relações sexuais com parceiros casuais no último ano.

continua após publicidade

"O que mais preocupa são os jovens de 15 a 24 anos que assumiram uma prática sexual desprotegida apesar de saber quais são os riscos. Noventa e quatro por cento sabem que para prevenir a Aids é preciso usar camisinha, mas 46% admitem fazer sexo sem preservativo com parceiro casual", afirmou o ministro Arthur Chioro, ressaltando que esses dados evidenciam a importância de adotar outras estratégias além do uso do preservativo.

Confira matéria completa AQUI