Geral

Universidades estaduais do Paraná promovem trote solidário

Da Redação ·
Foto: arquivo
Foto: arquivo

Com o início das aulas nas universidades estaduais a partir desta segunda-feira (9), as instituições alertam para a proibição do trote violento em suas dependências e incentivam ações de solidariedade entre os alunos. A acolhida aos cerca de 70 mil estudantes de graduação terá atividades de integração e ações solidárias com o objetivo de ambientar os calouros e inibir a prática do trote violento. 

continua após publicidade

Todas as Instituições Estaduais de Ensino Superior (IEES) têm resoluções que proíbem atividades de trote no âmbito da instituição, considerando o artigo 5°, Inciso III, da Constituição Federal que assegura que ninguém será submetido à tortura, nem a tratamento desumano ou degradante. Ainda consideram que o trote favorece atos de conduta condenável e violência excessiva que podem por em risco a integridade física e moral dos calouros nas universidades. 

Na Universidade Estadual do Paraná (Unespar), que tem datas diferenciadas de início das aulas, os calouros começam a ser recepcionados no dia 9 com uma programação especial organizada pelos colegiados de cada curso. No câmpus de Campo Mourão, por exemplo, acontece o V EPA Solidário. A atividade do colegiado de Engenharia de Produção Agroindustrial integra calouros e veteranos com ações recreativas, solidárias e de orientação. Entre elas estão a arrecadação de produtos que beneficiarão instituições do município, doações de sangue para o Hemonúcleo, confecção de fraldas na Casa das Fraldas e palestras sobre a profissão. 

continua após publicidade

Os câmpus de Apucarana, Campo Mourão, Paranavaí e União da Vitória serão os primeiros a abrirem as atividades acadêmicas. Entre as atividades estão previstas aulas inaugurais, orientações sobre a vida acadêmica e gincanas. 

Após o Carnaval, no dia 19, recomeçam as atividades para os alunos do câmpus de Paranaguá. Depois, no dia 23, inicia o calendário acadêmico nos câmpus de Curitiba I e II. 

Os cerca de 1,9 mil novos alunos da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) terão atividades diferenciadas de acordo com a programação de cada curso a partir de segunda-feira (9), e serão recepcionados pelo reitor Carlos Luciano Sant’Ana Vargas e pela vice-reitora Gisele Alves de Sá Quimelli, nos três turnos (8h, 14h e 19h). Após a recepção, os alunos seguirão para o espaço de cada curso no Câmpus Central e Uvaranas, onde participarão de atividades de orientação sobre a vida na universidade nos próximos anos. Será lançado também o “Guia CAOE” (www.guiacaoe.com.br), um portal para os estudantes com informações da universidade. 

continua após publicidade

Ações de solidariedade, cidadania e cultura fazem parte da programação da "Semana de Recepção aos Ingressantes” da Universidade Estadual de Londrina (UEL), a partir do dia 19. Entre as atividades programadas para receber os cerca de 3 mil novos alunos está a realização de um mutirão, em parceria com o Hemocentro de Londrina para incentivar a doação de sangue. Já os alunos de Medicina Veterinária estão programando um Mutirão de combate à Dengue e a arrecadação de pacotes de ração para cães e gatos, que serão doados à ONG SOS Animal. 

Outra atividade envolve o curso de Design de Moda, que fará oficinas de modelagem, costura e estamparia para a confecção de uniformes para as crianças da Casa de Maria. Estudantes de Arquitetura e Urbanismo vão fazer a pintura e decoração do setor de pediatria do Hospital Universitário (HU). Os calouros receberão tintas e demais materiais para revitalizar o local com o tema "Mundo". A programação inicial da Semana de Recepção aos Ingressantes já está disponível no site da Prograd (www.uel.br/prograd/recepcao). 

A Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) também proíbe qualquer manifestação estudantil que configure agressão física, psicológica, moral ou outra forma de constrangimento ou coação, a quem quer que seja, no âmbito da universidade. Além disso, a instituição incentiva a prática de atividades socioculturais por parte dos veteranos, oferecendo apoio e espaço para as atividades. 

continua após publicidade

Anualmente, os cursos de graduação da Unicentro realizam ações de integração entre calouros, veteranos e comunidade, chamadas de “trote solidário”. “No ano passado, os acadêmicos do curso Turismo, ministrado no câmpus de Irati, realizaram um evento com palestras, oficinas e brincadeiras para a comunidade do bairro Lagoa. Foram arrecadados mais de 100 quilos de alimentos, roupas e brinquedos, que foram encaminhados para doação”, disse a professora Paula Grechinski. 

Na Universidade Estadual de Maringá (UEM) a Semana da Integração terá o mote ummundomelhor#começacomvocê, com palestras a partir do dia 19, embora o ano letivo tenha início apenas no dia 23 de fevereiro. O valor do respeito e da promoção humana orientam todas as ações. No câmpus sede, a programação vai conjugar ações lúdicas, artísticas e de cuidado com a natureza com palestras, mesas redondas e distribuição de materiais informativos sobre vários serviços municipais. 

continua após publicidade

O objetivo é familiarizar os novos alunos com os ambientes universitário e comunitário desde o primeiro dia de aula. As mesas-redondas, que serão apresentadas de manhã e à noite em dois horários, irão debater os seguintes temas: respeito à diversidade, conhecimentos sobre drogas e políticas de juventude, respectivamente nos dias 23, 24 e 25. O reitor Mauro Baesso irá proferir a aula magna para os estudantes. Uma trilha ecológica-cultural dentro do câmpus, teatro, atividades artísticas e o Trote Solidário complementam a programação. 

“Estamos propondo uma acolhida que preza pelo respeito, pelo cuidado e pela gentileza. Para nós, receber estes alunos é uma alegria muito grande e foi com este espírito que a Semana da Integração foi pensada e será realizada”, diz Verônica Müller, diretora de Extensão da UEM. Segundo ela, os casos de violência que possam ocorrer serão recebidos por uma comissão de justiça restaurativa, que terá a incumbência de intermediar o denunciante e o denunciado, além de, se for o caso, encaminhar a denúncia aos órgãos competentes. 

Na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) o trote aos calouros que iniciam as atividades acadêmicas no dia 2 de março será substituído por uma campanha de arrecadação de livros infantis e adultos, que serão doados para o projeto Livros de Mão em Mão promovendo a leitura do Rotary Club da Cango de Francisco Beltrão. Nos demais câmpus as atividades ficam a cargo da coordenação de cada curso. 

Na Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), os alunos que iniciam a vida acadêmica no dia 23 de fevereiro terão uma programação diferenciada organizada por cada curso.