Geral

Esboço da ONU condena ataque a navio sul-coreano

Da Redação ·

Um esboço do Conselho de Segurança da ONU, que circulou ontem, condenou o que chamou de um ataque ao navio da Marinha sul-coreana Cheonan, em 26 março, causando seu naufrágio e a morte de 46 marinheiros. Porém, não culpou definitivamente a Coreia do Norte. Diplomatas afirmaram que o esboço foi acertado pelos cinco integrantes permanentes do Conselho, incluindo a aliada de Pyongyang, China.

continua após publicidade

Os EUA distribuíram o documento a todos os 15 países membros e uma votação deve acontecer hoje. O texto, de 31 linhas, expressou "profunda preocupação" com as descobertas de uma comissão internacional, que constatou responsabilidade norte-coreana no afundamento da corveta. Mas também destacou a negativa de Pyongyang sobre a responsabilidade pelo incidente.

continua após publicidade

Diplomatas disseram que os 10 membros não permanentes do Conselho, que viram o esboço pela primeira vez nesta quinta-feira, levarão o teor do documento a seus governos durante a madrugada. O texto poderá ser alterado antes de sua adoção final.