Geral

Bruno, Macarrão e ex-policial seguiram para prisão de segurança máxima

Da Redação ·
 Bruno chegou a BH por volta das 23 horas
fonte: Pedro Vilela/Agência Estado
Bruno chegou a BH por volta das 23 horas

O goleiro do Flamengo, Bruno Fernandes de Souza, seu amigo e funcionário Luiz Henrique Ferreira Romão - conhecido como Macarrão - e o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos deixaram por volta da 1h45 desta sexta-feira (9) o Departamento de Investigações da Polícia Civil de Minas Gerais para fazer exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). De lá seguiram para o presídio Nélson Hungria, de segurança máxima, em Contagem (Região Metropolitana de BH).

continua após publicidade

O goleiro Bruno e Macarrão, ambos acusados de participar do sequestro e da morte de Eliza Samudio, ex-namorada do goleiro, foram transferidos na noite desta quinta-feira (8) do Rio de Janeiro para Belo Horizonte, onde o caso de homicídio está sendo investigado. Os suspeitos, que estão presos temporariamente, chegaram em BH por volta das 23h e foram encaminhados ao Departamento de Investigações da capital.

Muitos curiosos aguardavam a chegada dos acusados, que foram recebidos aos gritos de "assassino". Enquanto Macarrão entrou com o rosto coberto, Bruno manteve a cabeça erguida.

continua após publicidade

Segundo a delegada Ana Maria dos Santos Paes da Costa, chefe da Delegacia de Homicídios de Contagem (MG), eles podem passar por interrogatório em cartório e podem ser levados para reconhecer o suposto local do crime. Ela não especificou quando isso deve acontecer.